Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Pagina Inicial » Recursos » UMA IGREJA QUE RESPIRAVA SEU PROPÓSITO


UMA IGREJA QUE RESPIRAVA SEU PROPÓSITO



UMA IGREJA QUE RESPIRAVA SEU PROPÓSITO

ATOS 4.1-35

“Mas os planos do SENHOR permanecem para sempre, os propósitos do seu coração, por todas as gerações”. Salmos 33.11

INTRODUÇÃO:

Há um pensamento que vem definir pelo menos para mim o que é viver com propósito na vida: “Se você não tiver algo para morrer não está preparado para viver”.

Pensando nesta frase, lembro-me de Jesus que veio a este mundo com um propósito único de dar a sua vida pela humanidade. Ele veio com um propósito, viveu para este propósito e morreu em função deste propósito; de fazer a vontade do Pai e estabelecer o Reino Eterno entre os homens. Tenho visto muita gente caminhando nesta vida sem nenhum significado, nenhum propósito. É como se estivessem correndo atrás do vento a vida inteira.

Queridos! Deus têm um propósito para as nossas vidas - uma missão, um destino - que é o porquê de existirmos. Propósito no Reino de Deus, é a direção na qual Deus deseja que nos movimentemos. É a outra metade da nossa busca de significado. Isto porquê, os únicos propósitos que sobreviverão são os relacionados a Deus.

A Bíblia diz: “Muitos propósitos há no coração do homem, mas o desígnio do Senhor permanecerá” (Provérbios 19.21).

Uma vez que compreendamos o rumo que Deus deseja que tomemos, então podemos estabelecer metas que nos levem nesse rumo.

Você pode até perguntar: “Mas, metas e propósitos não são a mesma coisa?. Não. Meta é um objetivo específico que desejamos atingir em curto prazo. Propósitos, por outro lado, respondem às perguntas maiores da vida, não o que fazer hoje, mas por que existo? Quais são as minhas funções na vida?”.

Nosso propósito é o que Deus deseja de nós em longo prazo. Queridos os propósitos são os fios da meada que tecemos na visão no percurso de nossas vidas. Eles nos ajudam a enfocar as nossas vidas e dar-lhes rumo de forma que as nossas metas não se tornem uma fileira desconexa de vitórias vazias.

Era dentro deste contexto que vivia a igreja de ATOS, o testemunho daquela igreja era poderoso. Eles viviam com propósito e tudo que faziam era em função deste propósito, o propósito de suas vidas era sua verdadeira PAIXÃO. Eles se alimentavam dela, dormiam com ela, falavam dela, pensavam o tempo todo nela, e o mais importante eles viviam dela e para ela, foi por esse motivo que eles influenciaram o mundo naqueles dias com o evangelho.
Nós vamos analisar a vida que esta igreja levava no seu dia a dia e descobriremos como podemos alcançar os mesmos resultados para um mundo que tem a mesma urgência de sempre.

Os poucos dias que nos resta antes da vinda de Jesus, serão de grandes desafios para nós, e só alcançaremos resultado quando impregnarmos em nossas vidas o conselho do apóstolo Paulo a Igreja de Éfeso:

“... TODO o corpo, bem ajustado e consolidado, pelo AUXILIO de TODA JUNTA, segundo a COOPERAÇÃO de CADA PARTE, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor”. (Efésios 4.16).

A grande questão é:

* Quando é que o nosso testemunho se tornará poderoso?
* Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?
* Quando é que a nossa capacidade de influenciar nossa sociedade se tornará eficaz?

1. QUANDO NOSSAS PALAVRAS VIEREM AUTENTICADAS __COM ATOS__. (v.7)

Amados, vivemos dias complicados para o evangelho. Estamos vivendo hoje um cristianismo de fachada, e é por isso que não conseguimos alcançar o padrão de vida de Jesus, e muito menos o nosso Propósito, se é que alguns têm.
A grande verdade é que somos uma igreja que importa mais SABER do que VIVER, e se esta história não mudar continuaremos sofrendo o nosso complexo de minoria em todos os aspectos.

VAZIO DE DEUS

Além dessa crise, vivemos vazios de Deus. Somos protagonistas do SABER e faltosos no VIVER. Com isto, falamos de Deus de boca cheia, mas, vivemos como se Ele não existisse.

CRISE DE IDENTIDADE

Somos uma “bênção” no domingo à noite, mas, no restante da semana manchamos o Evangelho com nossas atitudes, com nossas palavras, etc.
Pedro e João acreditavam no que pregavam eles tinha um propósito, aliás, eles saíram de casa para o templo com o propósito de mudar a rotina naquele dia. Não mais entraram naquele templo como simples judeus-religiosos, mas, sim como Discípulos de Jesus. (Atos 3.1-11).

Queridos, para que o nosso testemunho seja eficaz, é preciso mais que palavras. O mundo está cansado de discursos vazios. É por isso que muitos não nos compreendem e quando a muito custo eles nos entendem, ficam decepcionados com nós, como que dizendo:

* “Tem certeza que você é realmente cristão”?
* “Você é tão confuso com sua vida cristã?”

Há uma triste realidade que não podemos escapar; nossos filhos nos conhecem, o vizinho também, esposas, maridos, patrão, empregados, todos nos conhecem muito bem.
Precisamos brilhar num mundo em trevas, foi para isso que o Senhor nos chamou, para brilhar, fazer diferença. Precisamos de “Coragem para ser diferente e compromisso para fazer diferença”.

Vamos nessa! Ainda há esperança de mudarmos o quadro cinza-negro da história evangélica neste país, em nossa cidade. Vamos viver de acordo com o que professamos crer, vamos viver a vida conforme a vontade de Deus. Uma vida que cause impacto nos que estão lá fora.

Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?

2. QUANDO NÃO EXISTIR __CULTO A PERSONALIDADES__. (v.10)

Vivemos uma época de ESTRELISMO no mundo. Esta onda está invadindo as igrejas, há uma avalanche de autopromoção, há muita gente fazendo do evangelho trampolim para alcançar as suas realizações pessoais. Eu chamo isso de: “CULDO A PERSONALIDADE”.

O homem é a atenção de tudo. É como a história de um pregador americano que entra no auditório lotado, com um terno cheio de pequenos espelhos com os holofotes voltados para ele e povo começa a aplaudi-lo e ele diz: “Irmãos não olhem para mim, olhem para JESUS”.

Queridos, a igreja de atos não deixou que a glória dos homens tirasse ela de foco, da visão de Deus para suas vidas. Eles sabiam que toda glória pertencia ao Senhor Jesus.

Então, o que tudo isso significa? Significa que não devemos usar o evangelho para nos promover. Por causa da técnica, hoje em dia é difícil dissociar o que é do homem e o que é de Deus.

Na igreja do primeiro século; o culto, a glória era para Jesus e de Jesus. Aliás, a Bíblia nos exorta que tudo que fazemos seja em palavras ou em ação é para o Senhor que devemos fazer. Paulo nos diz:

“Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra cousa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus”. (1 Coríntios 10.31)

Diz mais ainda: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós”. (2 Coríntios 4.7)

Paulo ainda afirma: “Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor, e a nós mesmos como vossos servos por amor de Jesus”. (2 Coríntios 4.5)


Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?

3. QUANDO __SINAIS E MARAVILHAS__ QUE FAZEMOS APONTAREM PARA A SALVAÇÃO. (V.9-12)

Os sinais e prodígios para quem não sabe, eles ainda são para hoje. É promessa do Senhor de que os mesmos nos acompanhariam (Marcos 16.16-18), isto é, a aqueles que cressem. Na igreja de Atos isso era algo comum, fazia parte do dia a dia daquela igreja. Veja o que diz Atos 5.12,15,16:

“Muitos sinais e prodígios era feitos entre o povo, pelas mãos dos apóstolos... a ponto de levarem os enfermos até pelas ruas e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao passar Pedro, ao menos a sua sombra se projetasse nalguns deles. “... levando doentes e atormentados de espíritos imundos, os quais eram todos curados”.

Vejam, aqui tem algo muito importante é, que os milagres eram para salvação, não para satisfação do ego de quem o poder de Deus emanava. Milagres para glória de Deus, não para projeção do homem.

Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?

4. QUANDO NÃO NOS __INTIMIDARMOS__ DIANTE DAS CIRCUNSTÂNCIAS DIFÍCEIS. (v.3,5-7)

Hoje vivemos um evangelho frouxo, sem garra. São poucos os que se aventuram em falar a verdade a qualquer custo.
É preciso ser intrépido, audaz, corajoso, firme diante das circunstâncias, seja elas quais forem.
Dizemos:

* “Há! eu não falei de Jesus porque estávamos...”.
* “Não era a ocasião adequada”.
* “Ele é um homem muito culto”.

A grande verdade meus queridos, é que nossas inconseqüências, têm nos amordaçado, e calamos quando deveríamos estar gritando. Somos a gente da doutrina e da verdade, sim, mas também somos gente do silêncio.

Por que será que isto acontece?

Isto acontece porque não nos atrevemos a falar ou porque não temos respostas?

Devemos nos lembrar que ainda somos o país do carnaval, o homossexualismo, o alcoolismo, as drogas, a pornografia, as injustiças de todos às cores e formas precisam de nossa parte, não essa limitadíssima e pouco comprometida denuncia de portas fechadas.

Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?

5. QUANDO O NOSSO __RELACIONAMENTO COM JESUS__ FOR MAIS FORTE DO QUE AS NOSSAS PALAVRAS. (V.13)

Companheirismo e Relacionamento, são palavras que não podem ser dissociadas, separadas da vida cristã. Principalmente no que diz respeito ao nosso compromisso com JESUS CRISTO.

Vivemos nos dias de hoje um cristianismo sem compromisso, a rotina da nossa vida também tem afetado o nosso relacionamento com Deus. Assim como as nossas atitudes em relação às pessoas a quem dizemos amar, como nossa esposa, marido, filhos; tem perdido a prática do primeiro amor, do mesmo modo está acontecendo em nosso relacionamento com Deus, VIROU ROTINA.

* Ler a Bíblia não é mais a nossa prioridade,
* Orar não é fator urgente é paliativo em alguns casos, desnecessário.

Gente a coisa ta séria, precisamos mudar este quadro da nossa história.

* Como vai o teu relacionamento com Deus?
* Os teus amigos ficam admirados quando você fala de Jesus para eles?
* Eles realmente acreditam que você esteve com Jesus ?
* Ou as tuas palavras não autenticam o que você fala de Deus?

O mundo precisa ver homens e mulheres, jovens e crianças que tenham relacionamento com Deus.

Exemplo:

No filme de Hudson Taylor, quando ele recebe algumas cartas, entre elas estava uma carta de JORGE MÜLLER, o amigo de Hudson que estava com ele à mesa fica impressionado ao ver a carta de Jorge Müller, aí ele diz: “Este homem quando ora, todo o céu fica em silêncio”.

A bem da verdade a liderança eclesiástica brasileira tem deixado o CÉU não em silêncio, mas, confuso. Queridos, uma coisa é certa: Ninguém que tenha tido um encontro real com Jesus, deixa dúvidas na mente e no coração do próximo.

Veja:
“... reconheceram que haviam eles estado com Jesus”.


Quando é que podemos influenciar o mundo de hoje com o evangelho?

6. QUANDO A __REALIDADE DOS FATOS__, FOR MAIOR DO QUE A NOSSA PROPAGANDA. (v14)

Vivemos numa época de grandes comercializações, de grandes negócios, onde a propaganda, segundo dizem; é a ALMA do negócio. A grande maioria das pessoas vive um compulsivo desejo de consumir todo e qualquer tipo coisa, na verdade somos consumistas inveterados.

Eu sempre concordei que os homens de hoje são consumidos por um desejo de comprar coisas de que não precisam, com dinheiro que não têm, para impressionar pessoas de quem não gostam.

E nesta correria desordenada da vida, que muitos são enganados. Quem já não comprou “gato por lebre”? Quem já não foi tentado por uma propaganda extraordinária e “PUFF” foi lá, comprou e o produto não era nada daquilo que foi falado. Propaganda enganosa é o perigo no mundo dos negócios.

Este princípio vale para vida Cristã. A nossa vida tem que falar mais alto. Não pode haver abismos, não podemos negligenciar tão grande verdade amados,. A proposta de Deus para nós é ser semelhante a Jesus.

Em Mateus 5.16, Jesus diz que a nossa luz deve brilhar a ponto das pessoas nos seguirem por causa da nossa realidade de vida, isto é, “BOAS OBRAS”, e o mundo assim glorifique a Deus pelos nossos feitos.

O que isto significa? Significa que:

* É quando pregamos fé e vivemos uma vida de fé na integra.
* É quando pregamos que somos justos, e povo ver justiça em nós.
* É quando dizemos que somos amorosos e agimos como tal.
* É quando a nossa vida fala mais alto no ouvido do mundo.

Paulo já dizia, sejam meus imitadores como também sou de Cristo, trocando isto em miúdos, era como se Paulo estivesse dizendo: “Irmãos, façam o que eu estou fazendo, pois Cristo faria o mesmo se estivesse no meu lugar”.
Ninguém nos poderá acusar de nada enquanto estiverem vendo resultados contundentes em nossas vidas.


7. QUANDO A NOSSA CAPACIDADE DE CONTÁGIO FOR __IMPRESCINDÍVELMENTE REAL__. (vs.16,17)

Queridos, o mundo precisa ver CRISTO em nossas vidas. Nossas cidades precisam testificar ao nosso respeito, isto é, do que somos em Cristo. Parece que as pessoas não mais acreditam em nós. É só olharmos com atenção e veremos quem são os conselheiros dos nossos políticos hoje em dia; não vemos pastores lá, nem líderes conceituados do meio evangélico. O que vemos?

Vemos bruxos, espíritas, padres, bispos católicos, mãe de santo, pai de santo, e muitos outros; menos pastores e líderes evangélicos. Nenhuma cidade neste Brasil já teve tantos líderes evangélicos e pastores numa prefeitura e nos gabinetes de vereadores como a cidade de Maringá-PR. E qual foi o resultado? Um município inteiro mergulhado no crime e roubo.

Qual foi a capacidade de contágio desses líderes? Quase nada.

O Maximo que a liderança política sabia é que eles eram membros de uma igreja evangélica e pronto. Ouvi, pastores dizer acerca do prefeito de Maringá Jairo Gianoto, por ocasião de uma reunião para pastores a convite do prefeito: “Deus falou ao meu coração que ele será reeleito”. Outro disse: “Nunca vi um homem tão honesto como ele...”. Outro se levantou foi à frente e disse: “Caros colegas eu ponho minha mão no fogo por este homem, o conheço há muitos anos...”. E de repente todos ficaram de pé e levantaram uma oração de agradecimento pela reeleição do Jairo Gianoto, e romperam em aplausos.

Eu fiquei sentado, observando tudo com uma tristeza profunda no meu coração. E aí descobri o pior, eu mesmo não fui objeto de contágio para aquele homem, me calei, quando poderia falar.

Lembro-me de uma vez, no auge do segundo turno quando a primeira dama me convidou para levar uma palavra no gabinete, estava lá umas 20 pessoas – após a palavra, me pediram para que eu orasse pelo prefeito, pois o mesmo estava sendo alvo de acusações e eu me lembro que orei assim: “Deus, se o Jairo Gianoto não deve absolutamente nada, e que é inocente de tudo que andam falando, então, inocenta-o diante de todos. Mas, se há qualquer culpa traz tudo a luz, e que a tua vara nunca cesse sobre ele, com quanto, faz a tua vontade sobre a cidade de Maringá e coloca na prefeitura o homem que tu queres”.

Queridos, temos desfigurado a imagem de Cristo. É triste saber que muitos dos nossos testemunhos não são realidades, vivemos um cristianismo de fachada. A maioria das pessoas que demonstram ter uma vida reta, que se julgam espirituais, melhores que outros, vivem na verdade um bastidor de carnalidade, uma vida sem muito conteúdo.

Basta olharmos para as assembléias em algumas igrejas; as reuniões de liderança local; as convenções eclesiásticas; reuniões de presbitérios; as juntas diaconais de nossas igrejas. É um verdadeiro Show de Carnalidade, de vidas que professam Cristo na teoria e não na prática.

Com isso, nunca seremos veículo de contágio do amor de Cristo em nós, de uma vida em comunhão com o Espírito Santo. Nós precisamos redescobrir o que é ser realmente um Cristão contagiante.

8. QUANDO O AMOR COM A NOSSA REPUTAÇÃO NÃO FOR SUPERIOR AO NOSSO COMPROMISSO COM A VERDADE. (V.19,20)

Há muitas coisas que deixamos de fazer para Deus, porque temos medo de manchar a nossa reputação. Você sabia que Jesus não se preocupava com sua reputação, quando o assunto era de caráter divino, isto é, quando Ele tinha que fazer a obra da qual veio realizar a mando do Seu Pai.

Não são poucos os cristãos que tem medo de falar do amor de Deus, ou sustentar diante de amigos que eles são cristãos.
Deus está em busca de homens e mulheres de caráter firme, que não se preocupa muito com sua reputação, quando o assunto é o reino de Deus. Quando temos que mostrar firmeza no que pensamos e cremos.

Lembre-se: Não abra mão da Verdade, custe o que custar. Seu compromisso é com a verdade e com o Deus da verdade.

A Palavra de Deus diz:

“Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; quem perde a sua vida por minha causa, esse a salvará”. (Lucas 9.24)
Portanto amados, vamos! Vamos mudar essa história. Vamos escrever um cristianismo digno de ser apreciado e vivido. Não tenha medo de ninguém, a verdade que você crer está acima de qualquer coisa.

9. QUANDO RECONHECEMOS QUE DEUS ESTÁ NO CONTROLE DE TUDO, QUE SUA SOBERANIA CONDUZ A HISTÓRIA. (V.24-28*)

Eu acredito muito na soberania de Deus. Neste texto está revelado que nada escapa de suas mãos e que a nossa história de vida está no seu controle. Não há perigo de Deus entrar em pânico por qualquer coisa que aconteça conosco.
Deus pode está trabalhando na tua vida através das lutas e tribulações. Ele quer que você se volte para Ele numa entrega total.

Se depender de Deus, Ele usará qualquer caminho para cumprir o seu propósito em sua vida. Ainda que estes caminhos pareçam extremamente difíceis e dolorosos.

Lembra de José? Sansão, Abraão, Davi, Paulo, e tantos outros personagens bíblicos, que passaram por lutas, tribulações e no entanto, lá estava Deus permitindo que tudo acontecesse para que o seu nome fosse glorificado.

10. QUANDO NÃO PEDIMOS ALÍVIO E SIM OUSADIA. (V.29)

É muito comum nos dias de hoje, vermos cristãos no auge da carreira da vida desistirem, recuam, param de lutar por causa das dificuldades que a vida cristã muitas vezes proporciona.

Quantos não desistem até mesmo da fé!
Vivemos nos dias de hoje um cristianismo de busca constante de ALÍVIO.

• Pedimos uma porta para fugir.
• Pedimos para que as lutas cessem.
• Corremos muitas vezes do combate.
• Procuramos outras saídas.
• Procuramos sempre o caminho mais curto.

Eu costumo dizer que: “Quem realmente quiser servir a Deus precisa ter costas largas e não pernas longas”. É esse o verdadeiro evangelho da coragem.

Davi quando viu o gigante, ele partiu para cima. Ele confiou em Deus e não se intimidou com as ameaças do gigante filisteu. Ele não correu.

11. QUANDO A NOSSA VINGANÇA É ABENÇOADORA. (V.30)

Apesar de qualquer dificuldade, vale a pena continuar servindo ao Senhor e a sociedade. Temos que ser instrumentos de bênção para um mundo que só pensa em vingança. Um mundo que nos maltrata e nos odeia.

Deus falou para Abraão: “Abraão anda na minha presença e ser tu uma bênção”. Deus nos chamou para sermos veículo de bênção para os perdidos.
Não venha para as reuniões da igreja apenas para receber bênção, venha primeiramente para abençoar. Lembre-se, a bíblia diz: “Mais bem-aventurado é dar que receber. Atos 20.35”.

Aprenda a retribuir as ameaças que te fazem, com bênçãos. Deseje coisas boas para os que te querem ver na miséria; profetize bênçãos; fale palavras de amor e não de ódio.

Veja o que diz a palavra de Deus:

“Se o que te aborrece tiver fome, dá-lhe pão para comer; se tiver sede, dá-lhe água para beber, porque assim amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça, e o SENHOR te retribuirá”. (Provérbios 25.21,22)

“Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra”. Mateus 5:39

“Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam”. Lucas 6:27

Sempre que tivemos a oportunidade de fazer o que é certo, façamos. A nossa vingança deve ser abençoadora.


12. QUANDO A NOSSA EXPERIENCIA COM O ESPÍRITO SANTO, NÃO GERA EM NÓS APENAS FENÔMENOS TRANSCENDENTAIS. E SIM, ZELO E OUSADIA PARA GANHAR VIDAS PARA JESUS. (V.31)


Há muitos líderes, usando os dons espirituais para autopromoção de suas próprias vidas.
O fim de toda e qualquer experiência com Deus e com o poder do Espírito Santo, tem que apontar para a salvação de vidas.

Ato 1.8 diz: “E recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas...”

A igreja de atos entendia que o poder que promana do alto era apenas para lhes ajudar na pregação do evangelho e no sucesso de ganhar almas para o Senhor Jesus.

Hoje em alguns lugares, a experiência com Deus e com o Espírito Santo é sinônima de espiritualidade, status.

13. QUANDO O PRODUTO FINAL DE TUDO QUE SOMOS E FAZEMOS GERAR UMA IGREJA SADIA E FRATERNA. (V.32-37)

Queridos, o mundo está para conhecer uma comunidade, uma igreja no quilate da igreja de Atos 2.41-47; 4.32-37. Uma igreja que nada temia a não ser o pecado, que nada desejava a não ser Deus e que a todo custo pregava a palavra com ousadia e amor.

Eu creio que este quadro ainda pode ser pintado, por mim e por você, vamos! Vamos mudar a história.

Meu maior sonho é ver e fazer parte de uma igreja encharcada de amor, de comunhão, de ousadia, de poder, etc.

Sabem amados, quando podemos influenciar a sociedade com o evangelho e o nosso testemunho e a nossa influência se tornar eficaz?

Quando o povo entrar nos nossos templos, no lugar de reunião e sair entusiasmado com nós, pelo que vivemos.

Nada vale entrar no lugar de reunião e dizer: Que templo! Que casa! Que cadeiras! Que bancos! E sair falando: Que povo antipático! Que gente individualista! Que gente sem amor!

Amados sabem qual é a minha maior preocupação? É que nasça uma geração que venha dizer como disse Mahatma Gandi para os ingleses que se consideravam cristãos e oprimia o povo indiano com braço de ferro, disse Gandi: “O vosso cristo eu quero, o que não quero é o vosso cristianismo”.

Queridos, é muito fácil nos dias atuais baratear a mensagem do evangelho para encher as igrejas. Devemos reconhecer que somos herdeiros de uma igreja que não se acovardou diante das circunstâncias adversas e permaneceu leal a Cristo na sua pregação e propósito. Com certeza o que estudamos neste capítulo é apenas uma gota d’água num oceano de princípios e valores deixados por esta igreja

Que Deus em Cristo Jesus nos abençoe rica e abundantemente. E que cheguemos a estatura de uma igreja segundo o Coração de Deus.


Soli Deo Glória
Pr. Hamilton Paulino de Carvalho












Av. Riachuelo, 682, Maringá - Paraná - Brasil
contato@igrejabetesda.com.br
Fone: 44 3025-4885 :: (44) 9962-4885

OndeEstamos